Buscar

SEMANA DO PESCADO 2021

O presidente do SINDIPI, Jorge Neves, participou da Reunião Extraordinária da Câmara Setorial da Produção e Indústria de Pescados. Realizada por videoconferência no dia 25/05. A reunião tinha como tema a Semana do Pescado 2021, campanha que conta com o apoio do sindicato.

A Semana do Pescado 2021 vai acontecer de 1 a 15 de setembro em todo o Brasil. Se depender do entusiasmo dos participantes da videoconferência de 25 de maio, serão bem mais do que 15 dias de apoteose. Muito mais ainda do que vender atum, tilápia, camarão, lagostas, frutos do mar, dos rios e das fazendas. Será a grande oportunidade de aprender a vender peixe, saúde, sustentabilidade, profissionalismo e competência.

A videoconferência da segunda reunião da Comissão Organizadora da Semana do Pescado 2021foi rápida e direta ao ponto. Contou com mais de 47 participantes do setor produtivo, do varejo e do atacarejo, dos bares, restaurantes e hotéis, dos serviços, e durou menos de uma hora sob o comando cirúrgico de Eduardo Lobo, presidente da Câmara Setorial da Produção e Indústria de Pescados.

“A Semana do Pescado é feita por todos, por toda a cadeia produtiva e de venda”, disse Roberto Imai, da FIESP.

“Todos somos multiplicadores, agentes de mobilização, e vamos chegar em todas as cidades do Brasil”, disse Jéssica Feller, do SINDIPI.

“Já somos grandes atores. Precisamos ser competitivos. Não vendemos só pescado. Vendemos saúde. Vendemos sustentabilidade”, disse Altemir Gregolin, ex-Ministro da Pesca.

“A campanha está em ótimas mãos, com condução clara, discursos afinados e parcerias azeitadas”, disse Ricardo Torres, da Seafood Brasil.

Para ter mais certeza ainda do sucesso, basta conferir uma matéria publicada no BeefPoint e Agro Talento. Ela informa que, no relatório de previsões agrícolas chamado Agricultural Outlook 2025, da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)-Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), há uma proteína da carne que está acima do restante como a mais produzida, a mais consumida e a mais comercializada no mundo.

Pode ficar surpreso: essa proteína não é frango, carne suína, carne bovina ou ovina.

Na verdade, é de peixe. PEIXE.

E diz mais o BeefPoint. Quando se soma peixes capturados e peixes produzidos em aquacultura, essa proteína fica bem acima das outras como a proteína mais produzida nas duas últimas décadas e deverá permanecer assim até 2025. O peixe é a proteína mais importada de carne em mercados como EUA, China, Japão, Coreia e União Europeia (UE) e a carne mais consumida em vários mercados da Ásia.

Tudo bem. Peixe é só um detalhe. A Semana do Pescado de 2021 será a grande festa da saúde, sustentabilidade, profissionalismo e competência. E uma grande oportunidade de se descobrir um outro Brasil, o Brasil das Águas.