AC2 Produção, Comunicação & Marketing

Competição de vela em Ilhabela vira treino de luxo para Lima

Além de ser uma competição tradicional de vela no litoral de São Paulo, a Semana de Monotipos de Ilhabela serviu também como preparação para os Jogos Pan-Americanos. O resultado foi um elevado nível técnico do evento, fazendo desta edição umas das mais fortes da história.

O casal baiano Juliana Duque e Rafael Martins é exemplo de velejadores focados nos Jogos Pan-Americanos. “O nível está bem alto na Semana de Monotipos e, para nós, é sempre bom vir para ilha, onde sempre encontramos bons velejadores e raias muito boas. Neste ano está servindo para a gente testar algumas coisas diferentes, avaliar como está o nosso nível em relação a flotilha, que também conta com outros atletas que estarão no Pan”, explica a timoneira Juliana.

Marido de Juliana e seu proeiro, Rafael confirma o objetivo de se preparar bem para os Jogos Pan-Americanos. “Estamos nos preparando para o Pan há dois anos, mesmo antes da classificatória. Somos a única dupla mista na classe Snipe que veleja também nas disputas exclusivamente masculinas. Neste último ano nos dedicamos bastante e conseguimos bons resultados. Viajamos bastante para treinar e competir com outras duplas, tudo para fazer um bom trabalho e buscar uma medalha para o Brasil”, completa.

O Pan atraiu também competidores estrangeiros para Ilhabela. É o caso do cubano Nélido Manso Lopez. Campeão mundial de Snipe em 1999 e dono de três medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos, ele treina no Brasil ao lado da filha Iris. “A Semana de Monotipos tem sido um campeonato bem difícil e importante para a nossa preparação. Depois dessa competição, voltaremos para Cuba e, na sequência, seguimos para Lima. Vamos lutar para chegar à flotilha ouro, estar entre os cinco melhores e, quem sabe, brigar pelo pódio”.

Nélido Manso Lopez não foi o único velejador de fora do Brasil em busca de aprimoramento. O uruguaio e também campeão mundial Ricardo Fabini disputou a fase inicial da Semana de Monotipos.

Classe Star

Em paralelo à 46ª Semana de Vela de Monotipos, Ilhabela recebeu o campeonato do 7º Distrito da classe Star. A competição recebeu alguns dos principais nomes da vela nacional e o título foi conquistado pela dupla formada por Marcelo Bellotti e Mauricio Bueno. Com quatro vitórias em sete regatas, levantaram o troféu de campeão com 9 pontos perdidos, cinco a menos que os vice-campeões André Diomelli e Marcelo Jordão.

“Estou muito contente com o resultado. É o meu terceiro título na Semana de Monotipos, mas o troféu do 7º Distrito da classe Star, o mais tradicional, eu ainda não tinha. Conseguimos uma performance muito boa ao longo da competição e me sinto muito a vontade em velejar em Ilhabela, onde conheço as raias, e fico feliz pelo conquista ao lado do Maurício”, afirmou Bellotti, que completou. “Vou seguir focado em fazer um bom resultado em um mundial. No último, ficou um gostinho amargo, pois uma quebra me tirou do top 10. O próximo será nas Bahamas e quero evoluir para fazer um bom campeonato”.

A 46ª Semana de Monotipos de Ilhabela reuniu 300 barcos na cidade do litoral norte paulista, considerada a capital nacional da modalidade náutica. A competição antecede a tradicional Semana Internacional de Vela de Ilhabela, a partir do dia 13.

Título 1