Pesquisa revela quantos barcos existem no mundo e qual país navega mais.

forsafelogo.png
logo.png
logo_20sindipi0.png
GC_20020.png

O site italiano Giornale Della Vela fez uma espécie de levantamento náutico, com a contagem do número de embarcações de esporte e recreio em águas internacionais. Resultado: estima-se que há 33 milhões de barcos no mundo (apenas 8% deles são veleiros), e quase a metade se concentra nos Estados Unidos, que soma uma frota de quase 16 milhões de unidades (taxa de 48 barcos por 1000 habitantes).


Mas os americanos não são os que mais gostam de navegar. Neste quesito (taxa de um barco a cada 1000 habitantes), os canadenses ocupam o topo do ranking, com uma média de 234 unidades; o país tem com 8,6 milhões de barcos e 36,7 milhões de habitantes.

Finlândia, Noruega e Suécia oscilam entre 75 e 210 barcos por 1000 habitantes. A Nova Zelândia tem 153. A Austrália, 40,6. Entre os países mediterrâneos, Croácia (com 25 barcos por 1000 habitantes) e Grécia (17 barcos) entram no top 10. A Itália está entre os países com maior números de embarcações de lazer registradas, 577.513, mas na proporção número de barcos por 1000 habitantes fica em apenas 9.
Segundo dados do 5º Congresso Internacional NÁUTICA, realizado no São Paulo Boat Show 2019, o Brasil registra cerca de 700 mil embarcações de lazer e uma população perto de 210 milhões de pessoas (segundo dados do IBGE), o que significa que temos 3,3 barcos por 1000 habitantes.
No último lugar do ranking está a China, com apenas 116.475 barcos para uma população de quase 1,4 bilhão de habitantes, o que dá uma média de 0,08 por 1000. Os dados foram levantados junto à International Council of Marine Industry Associations (ICOMIA), a associação mundial da indústria náutica.

AC2 Produção, Comunicação & Marketing