AC2 Produção, Comunicação & Marketing

Maré Vermelha sobe e chega a Balneário Camboriú

Novas análises de água feitas pela secretaria de Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural de Santa Catarina apontam que a maré vermelha está se alastrando por outras regiões do litoral catarinense. A concentração de algas tóxicas está aumentando e está vindo para o litoral norte.


Esta proibida a comercialização e o consumo de mariscos e ostras também nos cultivos de Laranjeiras e da Barra, em Balneário Camboriú, do Canto da praia de Itapema e em Perequê, Araçá e ilha João da Cunha, em Porto Belo. Desde a semana passada, os cultivos de Bombinhas já estavam proibidos de vender mariscos e ostras.


O alerta também vale para ostras, vieiras e berbigões, inclusive os de extração (não de cultivo).


Os cultivos da enseada de Armação de Itapocorói e da praia Alegre, em Penha, por enquanto tão fora da restrição, informou o oceanógrafo Gilberto Manzoni, da Univali.


As algas que geram a chamada maré vermelha provocam diarreias e fortes dores abdominais. A contaminação pode levar à morte.