Estado abre linha de crédito sem juros para maricultores e pescadores artesanais

O governo de Santa Catarina, por meio da Secretaria de Agricultura, Pesca e Desenvolvimento Rural abriu linha de crédito para financiamentos de até R$ 40 mil. Os produtores terão cinco anos de prazo para pagar, com parcelas anuais, sem juros.

Os recursos poderão ser usados para organização da maricultura, ocupação de áreas aquícolas e aquisição de equipamentos para embarcações. Os recursos para financiamento serão via Fundo Estadual de Desenvolvimento Rural (FDR). Conforme o secretário de Agricultura em exercício, Ricardo Miotto, o objetivo é fortalecer o setor com mais tecnologia, inovação, segurança e qualidade de vida.

Os valores maiores, de até R$ 40 mil, serão para produções no mar, em áreas concedidas pelo Ministério da Agricultura. Para aquisição de equipamentos de segurança e instrumentação de embarcações, o limite de crédito é R$ 15 mil, também com cinco anos para pagar.

O modelo é semelhante ao Juro Zero do Estado para microempreendedor individual. Se o tomador do recurso pagar todas as parcelas até a data de vencimento, a última será uma bonificação, ou seja, não precisa ser paga. Interessados em obter os recursos terão que procurar os escritórios municipais da Epagri.

Números do setor

A pesca artesanal acontece em 337 localidades em Santa Catarina, envolvendo cerca de 25 mil pessoas. SC conta também com 700 embarcações de pesca industrial e gera 10 mil empregos diretos. O Estado é líder nacional na produção de ostras e mexilhões, segmento que conta com 565 produtores em 11 municípios, principalmente da Grande Florianópolis.

AC2 Produção, Comunicação & Marketing