top of page
Buscar

Visita da comitiva técnica do MPA ao maior polo pesqueiro industrial do Brasil, Itajaí SC.


Foto/Antônio Carlos Corrêa/Redação


Teve início segunda-feira (15) a programação da visita técnica da comitiva do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) ao maior polo pesqueiro industrial do Brasil. O primeiro dia foi marcado por um encontro entre os armadores e industriais associados à entidade com o Secretário Nacional da Pesca Industrial do MPA, Expedito Netto.


Participaram ainda do debate o presidente do Sitrapesca, Henrique Pereira, o deputado federal pelo PSD, Ismael dos Santos, o superintendente federal da pesca em SC Delcy Batista, o secretário executivo da pesca em SC, Thiago Frigo, e o secretário de desenvolvimento econômico e de turismo de Itajaí, Thiago Morastoni.

Entre os principais assuntos elencados pelos armadores estavam: a falta de ordenamento pesqueiro, os problemas relacionados PREPS (Programa Nacional de Rastreamento de Embarcações Pesqueiras por Satélite), a insegurança jurídica, a necessidade de linhas de crédito aos produtores e a falta de pagamento da subvenção do óleo diesel, que não é paga desde julho de 2014.

Programação

Durante toda a semana as Coordenadoras de Ordenamento da Pesca Industrial, Amadora e Esportiva do MPA, Sandra Souza e Mariana Lobato irão participar das reuniões de diferentes Câmaras Setoriais do SINDIPI.


O primeiro encontro ocorreu ainda no dia 15, pela manhã, com os armadores da modalidade de cerco que, entre outros assuntos, questionaram a decisão de zerar a cota industrial da tainha e as mudanças nas regras de incentivo fiscal para impulsionar a venda da produção nacional de sardinha.


Já na terça-feira (16), armadores das Câmaras Setoriais de camarão sete-barbas e camarão-rosa abordaram suas preocupações relacionadas ao defeso das espécies. Anteriormente estabelecido entre os dias 1º de março e 31 de maio, em 2023 o período de defeso passou a vigorar entre os dias 28 de janeiro e 30 de abril.


Durante a tarde, as Câmaras de espinhel (fundo e superfície), linha vara e isca viva e cardume associado repassaram suas demandas às coordenadoras de ordenamento pesqueiro do MPA.


No dia (17), quarta-feira, reunião com as Câmaras Setoriais de emalhe, polvo e arrasto de peixe.


E hoje, dia18, esta acontecendo visitação nas industrias da região.



Comments


bottom of page