Buscar

ICMbio e Museu Emílio Goeldi lançam o livro: Peixes Teleósteos da Costa Norte do Brasil

A obra é um grande catálogo com informações sobre 787 espécies, incluindo chaves de identificação, ilustrações e fichas descritivas.

O livro, em formato impresso e digital, preenche lacuna no conhecimento científico sobre peixes marinhos da parte mais desconhecida do litoral do Brasil é resultado da parceria do Museu Goeldi com instituições como o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Norte (CEPNOR/ICMBio) e a Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). Para sua elaboração, foram realizadas coletas pelo CEPNOR, dentro do Projeto Áreas Marinhas e Costeiras Protegidas (GEF Mar), coletas independentes realizadas pelos próprios autores e a revisão de espécies depositadas em coleções zoológicas, como a do Museu Goeldi.



Presentes ao evento a Secretaria do Meio Ambiente, Dra. Beatriz Palatinus Milliet, Diretor Instituto Socioambiental e recursos hídricos da UFRA, Dr. Israel Hidenburgo, Superintendente do ICMBio do Pará, Sr. Alex Garcia e o Presidente do SINPESCA Pará, Sr. Apoliano Nascimento.



Na ocasião Apoliano Nascimento recebeu o agradecimento pela parceria e o grande trabalho de apoio e divulgação das demandas do Setor na região norte.



O evento aconteceu simultaneamente com o lançamento da campanha de alerta e prevenção sobre perigos do peixe-leão. A campanha tem o objetivo de orientar os turistas, pescadores e mergulhadores para o aparecimento do peixe-leão (Pterois volitans), uma espécie invasora que não é natural das águas brasileiras.


A campanha, lançada tem a parceria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), prevê a distribuição de panfletos e cartazes com informações sobre os perigos desse animal, cuja presença já foi registrada na costa do Pará e de Fernando de Noronha (PE), para o ecossistema marinho brasileiro e para seres humanos.


Peixe-leão não é natural do Brasil e é considerado um perigo para o ecossistema marinho brasileiro
Peixe-leão não é natural do Brasil e é considerado um perigo para o ecossistema marinho brasileiro