top of page
Buscar

Cristo Redentor foi iluminado de azul durante lançamento de Semana do Pescado no Rio de Janeiro



A Semana do Pescado 2022, que começou no dia 1 de setembro e vai até o próximo dia 15, tem objetivo de incentivar o consumo do alimento e incentivar a cadeia produtiva fluminense. Restaurantes, peixarias e supermercados vão vender peixes e frutos do mar com descontos, para atrair mais consumidores. E em Niterói o tradicional Mercado São Pedro, no Centro, vai oferecer descontos que variam de 5% até 20%.

Aos pés do monumento, o reitor do Santuário, Padre Omar, abençoa um peixe trazido por dois pescadores. Ao fundo, o Cristo iluminado de azul, simbolizando as águas dos mares e rios


A receptividade dos restaurantes, peixarias e supermercados à Semana do Pescado está muito grande, segundo Ronaldo Nogueira Martins, consultor setorial de Alimentos e Bebidas da Firjan. “A proposta do setor é que a Semana do Pescado vire uma segunda Semana Santa, época de maior consumo de peixe no Brasil. Incentivamos uma alimentação mais saudável”, contou.






No Rio de Janeiro, a 19ª Semana do Pescado também fará ações para ajudar no combate à fome, uma vez que mais de 60 milhões de brasileiros sofrem com insegurança alimentar, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).


Para isso, quatro toneladas de peixes serão doadas pelo Sindicato dos Armadores de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (SAPERJ) com apoio da empresa Frescato Company, responsável pelo beneficiamento e expedição do produto. Toda a doação será destinada às instituições atendidas pelo Setor Cristo Sustentável do Santuário Cristo Redentor e também às famílias assistidas pela Agência Humanitária da Igreja Adventista do Sétimo Dia (ADRA), presente em mais de 130 países.


Outra ação programada será a produção de almoço social para 100 crianças e adolescentes (5 a 16 anos) em situação de extrema vulnerabilidade social da comunidade da Rocinha. No cardápio, o pescado será produzido por alunos do Instituto Capim Santo, que há 13 anos forma profissionais na área de gastronomia com o curso Cozinha do Amanhã. A refeição especial para crianças atendidas pela entidade acontece na terça (06/09), a partir das 12h. Instituição referência no mercado receberá do CEASA 100 quilos de pescado que serão utilizados em unidades do Rio e São Paulo.


Na programação da Semana do Pescado também serão realizadas ações especiais em Niterói, no Mercado São Pedro. Em alguns de seus estabelecimentos serão realizadas promoções de frutos do mar, onde o consumidor terá desconto especial em pratos com camarão. A adesão também acontecerá em restaurantes da Região dos Lagos: Angra dos Reis, Cabo Frio e Arraial do Cabo.

Padre Omar e Edineia Costa Santos, coordenadora da 19ª edição da Semana do Pescado 2022


Ainda dentro da Semana do Pescado, acontece o Tradicional Festival de Petiscos nos períodos de 2 a 4 e 7 a 11/9, na praia do Farol de São Thomé, em Campos dos Goytacazes, no interior do estado do Rio de Janeiro. Patrimônio cultural imaterial do Estado, o evento contará com 14 estabelecimentos que trarão pratos à base de peixes e frutos do mar por R$25,00.


Durante quinze dias, setores produtivos se unirão na ampliação da oferta de pescado. A Semana do Pescado promoverá ações em indústrias, supermercados, restaurantes, feiras livres e outros pontos de venda no atacado e varejo, com eventos gastronômicos e afins para possibilitar maior acesso da população.


“Consumo frequente de pescado é importante por ser alimento altamente nutritivo, prevenindo doenças e promovendo saúde”, ressalta professor, assessor do SEDEERI e um dos coordenadores da campanha nacional André Medeiros.


“Para a Semana do Pescado atingir seu objetivo é muito importante a adesão de todos os setores envolvidos. É um grande trabalho de equipe”, comenta a coordenadora da campanha no Rio de Janeiro, Edineia Costa Santos.



Instituições e empresas apoiadoras da Semana do Pescado no Rio de Janeiro:

Sindicato dos Armadores de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (SAPERJ),

Sindicato da Indústria do Pescado do Estado do Rio de Janeiro (SIPERJ),

Associação dos Pregoeiros de Pescados e Afins do Estado do Rio de Janeiro (APPAERJ), Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN),

Santuário Cristo Redentor,

Agência Humanitária da Igreja Adventista do Sétimo Dia (ADRA),

Mercado de Peixe São Pedro,

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/RJ),

Federação dos Pescadores do Estado do Rio de Janeiro (FEPERJ),

Colônia dos Pescadores Z8 de Niterói,

Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SFA-RJ),

HM Coutinho Petróleo,

Welp Combustíveis,

Frescatto Company

Embarcações Manoel Espogeiro e Velho Pocho.




Comments


bottom of page