top of page
Buscar

Corvina - Plano de gestão - Presidente do SINDIPI recebe Senador Amin e solicita apoio.



O presidente do SINDIPI, Agnaldo Hilton dos Santos, esteve reunido com o senador Esperidião Amin (PP), na tarde desta quinta-feira (08), em Itajaí. A interlocução para garantir a provisão orçamentária necessária para a elaboração de uma proposta de Plano de Gestão da Corvina foi uma das solicitações feitas ao representante catarinense no senado. “A corvina é a principal espécie capturada em Santa Catarina e assegurar a gestão sustentável é de extrema importância não só para a pesca, mas para a economia catarinense”, explica Agnaldo.


Mais de 35 municípios em Santa Catarina estão envolvidos na atividade de pesca da corvina. Destaque para as cidades de Navegantes, Itajaí, Passo de Torres, Bombinhas, Florianópolis, Laguna e Palhoça, que concentram mais de 80% da captura do Estado. Em 2022, a pesca da espécie movimentou mais de R$200 milhões. As exportações alcançaram quase 10 milhões de dólares, consolidando a corvina como a principal espécie de pescado exportada por Santa Catarina.



O Senador Esperidião Amin é o autor da lei recentemente sancionada que reconhece Itajaí como a Capital Nacional da Pesca. No final de 2023, ele foi o responsável por viabilizar o envio de R$40 milhões em emendas ao MPA (Ministério da Pesca e Aquicultura). O recurso, segundo publicação do próprio MPA, deverá ser destinado a projeto de monitoramento pesqueiro nas regiões Sul e Sudeste. “O Senador Amin é um parceiro do Setor e solicitamos mais uma vez o seu apoio com relação à corvina e outras demandas já encaminhadas, como a fauna acompanhante. Foi gratificante recebê-lo aqui para agradecer novamente por todos os esforços que tem feito em prol da pesca catarinense”, frisou o presidente do SINDIPI.



Além do presidente da entidade e dos assessores do senador, Amaro Lúcio da Silva e Irene Dagnoni, participaram da reunião a gerente Mirian Cella, o oceanógrafo da coordenadoria técnica Luiz Carlos Matsuda e os engenheiros da assessoria da indústria, Estevam Martins e Geraldine Coelho.

bottom of page