Buscar

Brasil deve dobrar exportações de tilápia em 2021


As exportações brasileiras de tilápia devem dobrar de volume a partir de 2021, puxadas pela maior demanda dos Estados Unidos e pela habilitação de dez novas unidades por parte da China neste ano. A Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR) projeta um crescimento de 100% no próximo ano.

Segundo o presidente da Peixe BR, Francisco Medeiros, o segmento superou as incertezas impostas pela pandemia. “O abastecimento de alguns insumos preocupou no início. Superamos essa fase e tivemos um incremento na demanda por tilápia na pandemia. O consumo cresceu de uma forma tão expressiva que reduziram as exportações em 2020”, destaca Medeiros. O desempenho só não melhor pois tivemos alguns problemas logísticos, complementa.

Para o próximo ano, o dirigente da entidade diz que o trabalho será popularizar o consumo entre as classes C, D e E. O objetivo também é promover o produtor no exterior.

“As exportações vêm muito forte para a América do Norte e América Latina. Estamos trabalhando ainda para retomar as vendas para a União Europeia, que é um mercado muito importante”, ressalta o presidente da Peixe BR.

AC2 Produção, Comunicação & Marketing